terça-feira, 21 de julho de 2009

Fragilé Coeur.


Talvez eu seja sensível demais, platônica demais. Ou somente intensa de menos, corajosa de menos. Não importa no quê, eu não tenho a medida exata. É sempre demais, ou sempre de menos. Me diga como conseguir a medida exata das coisas. Ensine-me a ter tudo na medida, em perfeita harmonia. Não. Não ensine-me nada. Eu sou cabeça dura, não daria a mínima para o que disseste. Preciso conseguir por meus próprios méritos. Por correr atrás. Nunca conseguirei; eu sei. Deixo a perfeição para você. Assim posso continuar a idolatrá-lo e amá-lo de forma platônica, a única que não machuca. Se me ensinasse tais coisas, acreditaria que, um dia, poderia obter seu coração. Nunca estaremos em sintonia, nunca terei meu frágil coração quebrado. Nunca terei você. E eu prefiro deste modo. Sigo assim, vivendo demais, com intensidade de menos. Querendo de mais e… Não tendo.

xxx

Estou completamente puta porque perdi a senha do meu blog no wordpress, então vou postar as baboseiras que tem lá aqui, enquanto eu só escrevo mais baboseiras e guardo pra depois.

6 comentários:

Isabella Diniz disse...

Meu, você me descreveu nas primeiras linhas, tá falando de mim só pode, rs . Adoro o seu blog (: adoro seus textos !

Marina disse...

Realmente também adorei o que você escreveu, eu sou platônica demais, o seu texto parece muito comigo , rs vou te seguir ta? :*

Marcel Angelo disse...

o início, pelo ritmo.. não sei..
parecia que lia um poema...

mari disse...

muito legal...Ameei vou te seguir ,bj

caamii disse...

adorei, você escreve muito bem, parabeens *-*
adorei quando voce disse: ' não importa no que eu não tenho medida exata' acho que ninguem tem, todo mundo procura a medida exata das coisas pra tentar achar o equilibrio. Adorei o blog (:

Amanda disse...

Ficou perfeito o texto,
adorei !! Parabens, vc escreve mto bem.
Abraços,
Amanda

Postar um comentário

:)

  © Blog Design by Simply Fabulous Blogger Templates

Back to TOP